Oeiras subscreve Plano de Acolhimento de Refugiados Recolocados

Oeiras subscreve Plano de Acolhimento de Refugiados Recolocados

LISBOA, 21 de julho de 2016 (CPR/LUSA) - No âmbito do Plano de Acolhimento de Refugiados Recolocados, foi assinado esta quarta-feira um protocolo entre a C.M. de Oeiras e o Conselho Português para os Refugiados (CPR). As duas entidades assumiram o compromisso para um conjunto de ações que visam a receção, o acolhimento e a integração de refugiados no Concelho de Oeiras.
Vídeo do Relatório Tendências Globais

Vídeo do Relatório Tendências Globais

1 ser humano em cada 113 encontra-se deslocado devido à guerra, a situações de violência generalizada, à perseguição política ou religiosa, à violação de direitos humanos fundamentais. Visite www.diadorefugiado.org e assine a petição "Com os Refugiados". Com esse gesto, envia aos líderes mundiais uma mensagem clara para que contribuam na busca de soluções corajosas, humanas e inovadoras para os refugiados.
Barikan nunca mais parou de estudar…

Barikan nunca mais parou de estudar…

Refugiada diversas vezes, apesar da sua tenra idade, uma criança curda nunca mais iria esquecer a advertência da sua mãe quando insistia com ela para lhe comprarem uns sapatos de bailarina: "A minha mãe olhou-me fixamente nos olhos e através da sua face senti a sua dor, era como se visse a sua alma e disse-me: se queres ser uma mulher independente tens que estudar, estudar..." - Barikan nunca mais parou de estudar.
Teresa Tito de Morais: “As crianças refugiadas têm uma vontade imensa de aprender”

Teresa Tito de Morais: “As crianças refugiadas têm uma vontade imensa de aprender”

LISBOA, 22 de abril de 2016 (CPR) - Mais de metade da população refugiada são crianças e jovens com menos de 18 anos, segundo os dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR). A Presidente do CPR diz que "as crianças refugiadas têm uma vontade imensa de aprender, de ganhar novas competências e socializar". Algo que prevê ser "bastante gratificante para os professores".
António Costa visita a Grécia. CPR espera que processo acelere a partir desta semana.

António Costa visita a Grécia. CPR espera que processo acelere a partir desta semana.

LISBOA, 11 de abril de 2016 (CPR/DN) - A propósito da visita à Grécia de António Costa, o Diário de Notícias ouviu Teresa Tito de Morais, Presidente do CPR - "É um desafio muito grande, mas há capacidade se todos trabalharmos de forma articulada. Isso obriga a criar no país uma resposta partilhada em todas as regiões, sobretudo nas mais desertificadas. Acredito que Portugal está à altura e acho que há uma grande sensibilidade", afirma Teresa Tito de Morais, referindo que se "a integração for suave e os resultados mostrados, irá correr bem".
123... 5